domingo, 13 de maio de 2012

[NEWS] Pernambuco vai ganhar uma fábrica de sorvete para cães e gatos

Pernambuco vai ganhar uma fábrica de sorvete para cães e gatos
Potinhos de 90 g custarão em média R$ 7,20

Uma notícia boa para cachorro. Depois dos ossinhos, petiscos e chocolates, Pernambuco vai ganhar uma fábrica de sorvetes para cães e gatos, no segundo semestre deste ano. O produto já é vendido em larga escala em locais como Estados Unidos, Bélgica, Japão e Taiwan. A localidade ainda está sendo fechada: Jaboatão dos Guararapes, Gravatá ou Abreu e Lima.

A Icepet investirá R$ 1 milhão, entre construção da fábrica, compra do maquinário, adaptação do local e estrutura dos pontos de venda. A ideia é que a planta tenha 1 mil m². Serão gerados 20 empregos diretos e mais 100 indiretos.

O sorvete para cachorros e gatos fabricado aqui será distribuído de Salvador a Fortaleza e, dependendo da demanda, também para o Norte do País. “Nossa sede fica em São Paulo, no bairro do Brooklin. Fornecemos para São Paulo, Rio de Janeiro e algumas cidades do Sul. Chegamos a mandar sorvete até para Belém (PA), mas, nesse caso, o transporte fica bem caro, chega a dobrar o valor do produto, porque precisa ser aéreo. Por isso as vantagens da instalação de uma indústria no Nordeste”, comenta o diretor do negócio, o pernambucano Paulo Silva.

>> Veja vídeo institucional da Ice Pet:


Como os animais são bem mais sensíveis ao consumo a determinados tipos de alimentos, Ice Pet pesquisou e desenvolveu fórmulas e receitas exclusivas, com teor reduzido de lactose, sem açúcar e totalmente livre de gordura trans. “Fabricamos 14 mil potinhos de sorvete por mês em São Paulo e pretendemos atingir essa marca até o fim do ano no Estado”, contabiliza. A Icepet possui diversos sabores. Para cães: bacon, creme, menta, chocolate, morango, milho verde e banana. Para gatos: frango, salmão e leite.

Os sorvetes são vendidos em porções de 90 g. “Estamos nos preparando para lançar uma porção menor, de 50 g, com foco nos gatos”. A recomendação de Paulo é que o potinho seja vendido por R$ 7,20 nos pontos comerciais, que podem ser supermercados, clínicas veterinárias, pet shops e até farmácias. “Até 2013, atingiremos mil pontos de venda espalhados pelo País”.

Paulo aproveitou a Feira Nacional de Produtos e Serviços para a Linha Pet e Veterinária (Fenapet) – que acontece no Centro de Convenções, em Olinda, até a próxima terça – para lançar o produto no Nordeste e nova campanha da marca, com a Turma da Mônica.

MERCADO

De acordo com o coordenador da Fenapet, Paulo Andre Moura, o Brasil tem mais de 100 mil pontos de venda de produtos pet, 25 milhões de cães, 11 milhões de gatos, 4 milhões de pássaros e 500 mil aquários.
Os brasileiros já ocupam o segundo lugar no ranking de consumo de produtos pets, atrás apenas dos norte-americanos.

A Fenapet é uma feira nacional dirigida aos setores de saúde animal, nutrição, estética, equipamentos, aquarismo, acessórios, especialidades veterinárias publicações e serviços.

Fonte: Jornal do Comércio